?

Log in

Sim, é aí que o faremos até nos enchermos um ao outro

Jan. 2nd, 2016 | 03:42 pm

Link | Leave a comment | Share

GPL licencing

Sep. 11th, 2012 | 11:20 pm

http://www.250bpm.com/blog:7

"I've started wondering about how is GPL supposed to promote the former sense of freedom. How does it encourage creation of software that people are free to run, study, distribute and modify?"

Link | Leave a comment | Share

será o primeiro?

Dec. 20th, 2011 | 12:00 am

Ao longo de todo este tempo, creio que nunca fiz um comentário político neste espaço. Pelo menos deliberadamente político. Mas não posso deixar de comentar o facto de um primeiro ministro dizer ao "seu" povo para emigrar. (Aqui)
Num momento em que a maior parte (que pode) pensa em tirar o dinheiro que tem em Portugal com risco de regresso ao escudo, achará ele que os supostos emigrantes vão enviar a tal fatia de dinheirinho para cá como faziam nas décadas de 50-70? E que vão regressar um dia mais tarde para sustentar os velhinhos que cá ficam?
E não é uma fantástica coincidência o Expresso aparecer nesse mesmo dia a pedir dezenas de professores/formadores para Angola? (aqui)

PQP
(agora me recordo que já terminei um post com "PQP", o que provavelmente significa que já postei sobre política)

Link | Leave a comment {1} | Share

Reiki

Oct. 22nd, 2011 | 08:34 pm

Rei = espírito ; Ki = energia
"Reiki é uma terapia baseada na canalização da energia universal através da imposição de mãos com o objectivo de restabelecer o equilíbrio energético vital de quem a recebe e, assim, restaurar o estado de equilíbrio natural (seja ele emocional, físico ou espiritual); podendo eliminar doenças e promover saúde."
A tal da energia universal é considerada por múltiplas correntes (religioso-espirituais) orientais com diferentes nomes (Ki, Chi, Prana ,etc.). Os monges/ ninjas/ samurais/ tibetanos/ etc. que por vezes aparecem na TV a partir lanças contra o pescoço ou peito, dizem que o conseguem através da meditação que permite o transporte e acumulação do “Chi” no local de impacto. De todas as tradições religiosas, as orientais são as que me apresentam mais saudáveis pois assentam sempre numa óptica do bem, do Amor e da Paz interior. Este controlo e equilíbrio da energia interior (ou como lhe quiserem chamar) parece-me ser a "chave do sucesso" pessoal.
Também o Reiki assenta sobre uns princípios básicos que, ao serem (con)seguidos, nos melhoram a qualidade de vida, trazem paz, harmonia e promovem um maior bem estar:
. Não se preocupe
. Não se aborreça
. Honre pais e mestres
. Trabalhe honestamente
. Seja gentil com todos os seres
Até aqui nada de novo. Todos sabemos que seguindo estes princípios com certeza teremos uma maior paz interior. Pelo menos a consciência não pesa, o que contribui fortemente para a tal paz interior.
Em primeiro lugar, um resumo da evolução do percurso no Reiki: a transmissão de conhecimentos é feita através de 3 módulos: Reiki I, II e III (uau!). Genericamente, no final de cada um estamos habilitados a:
I - Aplicar Reiki em nós próprios e nos outros (presencialmente);
II - Aplicar Reiki a outros à distância;
III - Administrar cursos de Reiki a outros.
Existem muitas variantes de Reiki e isto nem sempre segue esta ordem, mas serve para dar uma ideia.
Durante os cursos, entre outras coisas, o formador (ou mestre ou como vos apetecer chamar) "abre" os nossos canais energéticos para que a energia possa fluir e ser utilizada pelos formandos. Essa abertura é feita através da imposição das mãos, umas gesticulações e movimentos e uns símbolos que são “colocados” nos tais canais energéticos enquanto o formador está de olhos fechados. C’est-ça.
Vamos então à parte de canalizar energia através da imposição das mãos, pois este é o que parece ser o lado "freak" e esotérico da coisa. A energia flui e concentra-se em 7 pontos-chave que correspondem aos chacras principais. Temos dezenas de chacras no corpo que estão também relacionados com os meridianos utilizados na acupunctura e outras terapias, mas os principais são 7 (numero místico, claro!) e cada um deles está ligado a uma glândula (ou par de glândulas): hipófise, pituitária, gônadas, etc. A imposição das mãos "standard" é feita sobre esses pontos para que se equilibrem e normalizem possibilitando um fluir energético escorreito. Pode no entanto ser feita sobre qualquer outro local se houver indicação nesse sentido. A imposição das mãos não implica necessariamente o toque. Pode ser feita por cima do local, o que é conveniente, considerando que temos chacras no peito e na zona sexual.
Bom... isto no final resulta em quê? Vamos por partes, sempre assente naquilo que senti ou me foi transmitido em cada um dos casos:


a) Enquanto "paciente" que recebe uma sessão Reiki - para além de uma sensação de paz e tranquilidade, aquilo que é mais estranho é uma espécie de "aspiração", especialmente na zona da cabeça. Parece que há algo que está a ser aspirado para fora. Alguém me dizia que parecia que lhe estavam a aspirar a alma (xxiii… demasiado cinema fantástico). Usando esse cenário, então estariam a tirar “a sombra”, “o mal”, pois no final das sessões senti-me sempre muito mais leve e com uma espécie de auto-confiança em alta. Tendo em conta que a minha auto-confiança não costuma andar por baixo, é quase como se andasse a flutuar. Seja como for, deixem lá a alma onde ela estiver porque está bem com certeza.

b) Durante a formação em Reiki (I e II) - Um dos primeiros exercícios consiste em imaginar-nos envoltos numa aura, numa espécie de casulo energético, da cor que quisermos. Embora consiga “visualizar” essa aura à minha volta, dificilmente lhe consigo atribuir uma cor. Estou eu nessa tentativa de dar cor à aura quando o formador me toca. Assim que me tocou a aura ganhou uma cor âmbar (que não é propriamente uma cor habitual, de tal forma que só ao fim de 2 ou 3 dias é que consegui atribuir um nome àquela cor). Desde aí não tenho qualquer dificuldade em a imaginar dessa cor.
Noutro momento, estamos de olhos fechados e o formador executa sobre nós, com as mãos, uma série de símbolos, entre os quais uma espiral, uma espécie de vórtice. Esse símbolo (e mais outro) vi-os quando estava de olhos fechados a recebê-los. Quando estamos de olhos fechados concentrados nessa escuridão, é normal ver uma série de ilusões caleidoscópicas (ou sou só eu?!), mas essa espiral nunca tinha visto, perfeitamente delineada, o que não deixa de ser curioso. E não fazia ideia que essa espiral fazia parte dos símbolos ou que estaria a ser feita nesse momento.

c) Enquanto executante de Reiki - Sinto um anormal aquecimento da parte interior das mãos. Não é sugestão, estão efectivamente mais quentes, comprovado por mim e por outros. Chego a ter as costas das mãos frias e a palma das mãos quentes. Estranho. Ainda bem que é nas mãos, noutras partes podia dar direito a constipação.

d) Sentido pelos outros quando aplico Reiki neles - Uma alteração da temperatura do corpo na parte onde estão as minhas mãos. Normalmente sentem mais calor, mas acontece sentirem mais frio.

e) Aplicando Reiki em mim próprio - Para além das diferenças térmicas, com o passar do tempo fiquei nitidamente mais calmo. A alteração foi notória junto daqueles que convivem comigo de perto. O relacionamento com pessoas com quem tinha dificuldades em me relacionar melhorou substancialmente. Quando se lida com muita gente há sempre alguém que roça o insuportável, há dias mais difíceis, etc. Na prática e em termos gerais posso dizer que estou muito mais zen. Não ando aí todo espiritual, mas consigo lidar com todo o tipo de dificuldades de uma forma muito mais serena. Ao reduzir os níveis de stress também perdi peso. Ao mesmo tempo reduzi para ¼ o consumo de tabaco e em vez de ganhar peso (que é o habitual), perdi. Incluindo aqui o período de férias, sempre pródigo em excessos alimentares.

Hoje em dia o meu reiki resulta em cerca de meia hora de meditação (não diária, mas algumas vezes por semana). Provavelmente se fizesse meia hora de meditação, sem qualquer alusão ao reiki, o resultado tranquilizador seria o mesmo. No meu caso cheguei lá através do Reiki. E o curioso é que se fico muitos dias sem o fazer, sem me isolar aquela meia-horinha, sinto a falta dela. Parece que comecei uma "higiene espiritual" que, se for interrompida, sinto a falta dela.
Não faço ideia qual a relação entre a tal energia universal e o meu comportamento. Entre ela e a resolução de problemas ou de curas físicas. A verdade é que desde que comecei nisto houve situações muito complicadas, em que a resolução não dependia de mim, que se resolveram da melhor forma.
As coincidências fazem as superstições, mas também há quem diga que não há coincidências. Verdade seja dita que não me importa saber a relação e de que forma é que uma coisa influencia a outra. Concentro-me nos resultados e… I feel good.

Link | Leave a comment {3} | Share

Movimento Ocupa - Australia

Oct. 18th, 2011 | 12:04 am
music: Bob Dylan - Times they are a-changin

Imagem captada nas manifestações "Ocupa" em Melbourne e que têm vindo a acontecer um pouco por todo o mundo.



http://player.sbs.com.au/naca/#/naca/wna/Latest/playlist/Occupy-Australia/

Legenda:
Urano em Carneiro - Esta é uma geração com iniciativa e espontaneidade. É indicativa do derrube de velhas estruturas para poderem surgir outras novas. Urano entrou em Carneiro em Abril deste ano onde permanece até 2018.
Plutão em Capricórnio - Esta é uma geração que tem a capacidade de transformar estruturas pré-existentes em outras novas e resistentes. Plutão entrou em Capricórnio em 2004 onde permanece até 2020.

"And the first one now
Will later be last
For the times they are a-changin'."

Link | Leave a comment | Share

And made my footsteps firm...

May. 9th, 2011 | 12:38 am


Link | Leave a comment {3} | Share

informationisbeautiful.net

Sep. 2nd, 2010 | 11:48 pm

E tu, como passas o teu tempo?

Link | Leave a comment {2} | Share

(no subject)

Aug. 25th, 2010 | 08:37 pm



Um sinal de maturidade emocional é passar a primavera e o verão e conseguir-se manter uma filosofia pessoal hormoniosa.

Link | Leave a comment {4} | Share

(no subject)

Aug. 23rd, 2010 | 08:28 pm



o sexo oral é subvalorizado

Link | Leave a comment {19} | Share

XVII - A Estrela

Jul. 24th, 2010 | 01:07 pm



Depois das Iniciações de Fogo vêm as de Luz.

Link | Leave a comment | Share